Siga o GPI nas redes

contato@sistemadeensinogpi.com.br

Meio Ambiente e Sustentabilidade nas Escolas

20230912180505_[fpdl.in]_tela-digital-com-ambiente-dia_23-2148884835_large
Fuzileiros Navais Legenda: Marinha divulga edital de concurso público com 1.680 vagas para fuzileiros navais Foto: Marinha do Brasil / Divulgação

A importância da sustentabilidade e do meio ambiente na educação escolar tem sido cada vez mais evidente nos últimos anos. Com a crescente preocupação com as mudanças climáticas e a necessidade urgente de preservação dos recursos naturais, é fundamental que os alunos sejam conscientizados desde cedo sobre a importância de cuidar do planeta.

Integrar a temática ambiental no currículo escolar é uma forma eficaz de preparar as futuras gerações para lidar com os desafios ambientais que enfrentamos atualmente. Ao introduzir conceitos como reciclagem, conservação da água, energia renovável e preservação da biodiversidade, os estudantes desenvolvem habilidades essenciais para adotar práticas sustentáveis em suas vidas diárias.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) coloca a sustentabilidade como uma das competências que devem ser desenvolvidas pelos estudantes: “Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.”

Além disso, incluir questões relacionadas à sustentabilidade e ao meio ambiente nas aulas estimula a curiosidade e a reflexão dos alunos. Eles passam a compreender as conexões entre suas ações individuais e o impacto coletivo no meio ambiente. Essa conscientização leva a uma mudança de comportamento, ajudando a criar uma sociedade mais consciente e responsável.

As escolas também podem promover projetos e atividades práticas que envolvam os alunos na proteção ambiental. Por exemplo, podem ser realizadas campanhas de reciclagem, criação de hortas escolares, passeios educativos em áreas preservadas e participação em programas de voluntariado ambiental. Essas experiências permitem que os estudantes vivenciem na prática os princípios que estão sendo aprendidos em sala de aula.

Portanto, a inclusão da sustentabilidade e do meio ambiente na educação escolar desempenha um papel fundamental na formação de indivíduos conscientes, críticos e comprometidos com a preservação do planeta. Ao introduzir esses temas no currículo escolar, os estudantes têm a oportunidade de adquirir conhecimentos, desenvolver habilidades e atitudes que os capacitam a tomar decisões informadas e responsáveis em relação ao meio ambiente.

Uma educação ambiental abrangente proporciona aos alunos a compreensão das interações complexas entre o ser humano e o meio natural. Eles aprendem sobre os recursos naturais, a importância da conservação da biodiversidade, os impactos das ações humanas no ambiente e as soluções sustentáveis para os desafios globais.

Além disso, a educação sustentável fortalece o senso de responsabilidade social, incentivando os estudantes a refletirem sobre as maneiras pelas quais suas escolhas diárias afetam o meio ambiente. Eles são encorajados a adotar práticas sustentáveis, como a redução do consumo de energia, a reciclagem de resíduos, o uso consciente da água e a promoção da mobilidade sustentável.

As escolas desempenham um papel fundamental no fomento dessa consciência ambiental. Elas podem adotar práticas sustentáveis em suas instalações, como a utilização de fontes de energia renovável, a implantação de programas de coleta seletiva e a criação de ambientes pedagógicos que estimulem a conexão com a natureza.

 

Fonte: A Base Nacional Comum Curricular (BNCC)

Miguel Vicente

Jornalista

Educação

Olá, caros leitores do nosso Blog GPI! Chegou a época mais encantadora do ano, onde a magia do Natal toma conta de nossos corações e

Leia mais »